Home > Cartão de Crédito > Saiba como manter o controle do orçamento tendo mais de um cartão de crédito para gerenciar

Saiba como manter o controle do orçamento tendo mais de um cartão de crédito para gerenciar

Ter mais de um cartão de crédito pode ser uma grande vantagem, mas também um tiro no pé se não houver organização financeira. Afinal, os juros cobrados no rotativo geralmente são altos e podem sair do controle com mais de um produto. Para se ter uma ideia, de acordo com dados do Banco Central, no mês de junho deste ano, esses juros chegaram à média de 327,5% ao ano!

Nesse sentido, é importante entender que é válido ter mais de um cartão desde que haja bastante planejamento e responsabilidade, pois eles podem ser fortes aliados, mas também inimigos dependendo de como são gerenciados. Você é do time dos controlados ou faz parte do grupo que não sabe lidar bem com as próprias finanças?

Independentemente da sua resposta, é importante saber se guiar por um determinado caminho com equilíbrio. Então, iremos apresentar aqui abaixo algumas orientações super importantes para te ajudar a não se enrolar com seus cartões de crédito e poder aproveitar seu orçamento sempre da melhor forma, com segurança. Confira:   

Verifique sempre as datas de vencimento das faturas

O primeiro passo para uma melhor organização da sua renda é ficar sempre de olho nas datas de fechamento das faturas de cada cartão, pois quanto mais próximas elas forem do dia de recebimento do salário, maiores são as chances de você quitá-las sem atraso. 

Se acontecer de as datas de vencimento serem em dias distintos, procure reservar uma parte da sua remuneração para quitá-las na data prevista. Se você conta ainda com outras rendas fixas e recebe em mais de um período no mês, escolha deixar as faturas separadas: uma parte pode ser quitada com o “primeiro pagamento” e as outras com o segundo.

Separe os cartões por categorias

Outra dica fundamental para você não se complicar com seus cartões é dividi-los por categorias, ou seja, utilizá-los com finalidades distintas. Por exemplo: separar um cartão para compras pequenas do cotidiano e outro para aquisições maiores e mais caras. Esta separação pode ajudar muito a controlar os gastos e a evitar surpresas desagradáveis para o seu bolso. Previna-se!

Priorize os pagamentos à vista

A forma de pagamento das suas compras é um ponto que merece atenção. Apesar do parcelamento ser uma boa alternativa para diluir mais um custo, você acaba correndo o risco de realizar cada vez mais aquisições com o valor total dividido e isso pode acarretar em problemas financeiros pela facilidade em perder o controle sobre os gastos.

Desta forma, a melhor indicação é sempre pagar tudo à vista ou em apenas uma parcela. Vale lembrar que isso não é regra, e as indicações de compras à vista ou parceladas podem variar de acordo com a realidade de cada um. No entanto, observe as suas condições para poder decidir pela opção mais saudável para o seu orçamento.

Saiba o que fazer caso já esteja endividado

Caso você já esteja endividado com as suas faturas, tente negociar suas parcelas do cartão e evite fazer novos gastos até terminar de pagá-las completamente. Dependendo da situação, outra possibilidade é a de solicitar um empréstimo com juros menores aos do cartão. No entanto, é importante destacar que essa segunda alternativa é uma espécie de “troca” de dívida.

Além disso, vale ressaltar ainda que a parcela desse empréstimo precisa caber no seu bolso, certo? Caso contrário, suas contas se tornarão uma verdadeira bola de neve e ficará muito mais difícil gerenciar a sua vida financeira. Então, seja qual for a sua escolha, considere sempre as suas próprias condições dentro dos limites da sua renda mensal.

Fonte: Blog Foregon  –  Foto da capa: Vecteezy